* * * * * * *SEJAM BEM VINDOS AO SITE DO RUBRO NEGRO UIRAUNENSE * * * * * * *

online



30 de abr. de 2012

0

ANALISE DE MOTIRÃO X ABACAXI

Compartilhar no WhatsApp

Professor Ilazáro Figueiredo

Ilazáro FigueiredoMOTIRÃO 5 X 0 ABACAXI


Presenciei ontem à tarde (domingo 29 de abril) uma cena rara do futebol amador da nossa região: a derrota do Abacaxi por uma goleada de 5 a 0 em jogo válido pela terceira rodada do grupo B, da 10ª edição da Copa Primo Fernandes.

O torcedor luisgomense se deslocou até a cidade de Uiraúna para o confronto diante da equipe do Motirão que até então era vice-líder do seu grupo, atrás apenas da equipe do Palmeiras.
E quando a bola rolou dentro das quatro linhas o Abacaxi, apesar de no papel ter um dos melhores elencos da competição, não foi capaz de superar o adversário no toque de bola.

Na verdade, o Motirão diante da sua torcida não permitiu que o Abacaxi exercesse qualquer tipo de superioridade em minuto algum do jogo. A equipe uiraunense com inspiração acima da média, justificando a sua bela campanha na competição, apresentou-se no primeiro tempo de forma impecável. Com muito toque de bola e um posicionamento tático eficiente, além de um entrosamento muito melhor do que o do Abacai, o Motirão deitou e rolou na primeira etapa. E jogou um futebol criativo com a bola no chão e utilizando os lados do campo como alternativas para chegar ao ataque. Porém, apesar de ter jogado um primeiro tempo primoroso exercendo superioridade desde o início, o incrível é que somente aos 25 minutos foi que o time de Uiraúna marcou o único gol da primeira etapa do jogo. Pelas deficiências de marcação fruto da falta de entrosamento do Abacaxi era possível observar que o time de Luis Gomes não tinha qualquer perspectiva de reação. Terminou o primeiro tempo com 1 a 0 para a equipe paraibana.

Na segunda etapa esperava-se que o Abacaxi conseguisse corrigir a marcação no meio de campo e entregar a bola com qualidade para os seus atacantes. Entretanto, Sales corria de um lado e de outro e não conseguia fazer uma única tabela em direção ao ataque. Aos poucos o Motirão voltava a exercer o domínio do jogo através da posse de bola e começou a fazer mais gols. Foi uma agonia para o torcedor do Abacaxi ver Assis (camisa 9) marcar dois gols seguidos, um aos 6 e outro aos 12 minutos do segundo tempo. O que eu posso dizer torcedor é que depois dos 20 minutos, ninguém acreditava mais numa reação do Abacaxi e a equipe do Motirão foi para cima. Diante da pressão no seu campo defensivo, a equipe visitante no máximo tocava a bola até o meio de campo e quando perdia a pelota possibilitava as jogadas de ataque do time uiraunense. Desta forma, sobraram as oportunidades de gols para o Motirão que ainda fez mais dois gols, através de João (camisa 7) e Geraldo (camisa 16). Terminou o segundo tempo com uma goleada de 5 a 0 para o Motirão, um placar que coloca o Abacaxi numa provável situação de despedida da competição.

Mas, dentre tantas jogadas bonitas um episódio no mínimo esquisito, mas não raro no futebol amador, veio átona: o treinador do Motirão ao tentar substituir o camisa 10 do seu time recebeu a recusa do seu presidente que estava em campo jogando (Assis, camisa 9). Sentindo-se desvalorizado o treinador Bal se retirou do banco de reservas por volta dos 31 minutos do segundo tempo e foi para casa. Um fato lamentável que não poderia ocorrer já que o Motirão era o dono do jogo e ganhava de goleada. Isto só confirma a tese que tenho defendido de que dono de time e treinador não pode está dentro de campo jogando, assim como, dirigente de campeonato não pode fazer parte de nenhuma equipe. Coisas do futebol amador.

Mas parabenizo o Motirão pela fantástica goleada diante de uma equipe que teoricamente seria candidata a conquistar mais um título da Copa Primo Fernandes e lamentamos que o Abacaxi tenha chagado a este ponto. Não é que o Abacaxi não tenha jogado, mas jogou menos do que o adversário. Digamos que jogou um futebol parecido com o futebol arte, mas não foi nada competitivo. Vivemos uma fase em que o futebol de resultado tem que ser priorizado porque quem joga bonito sem fazer gols não conquista campeonato. Então faltou objetividade no time de Son, que desentrosado ocupou-se por de mais em tocar a bola de um lado para outro sem construir nada de significativo no ataque.

Os dirigentes do Abacaxi, questionados sobre as causas deste tropeço afirmaram que tudo é conseqüência da falta de treinamento da equipe. Eu constatei isso desde a partida anterior em que o time de Luís Gomes empatou com a equipe do São Vicente em casa em 1 a 1. Algo me fazia acreditar que o Abacaxi não ia muito longe nesta competição. Agora alguém tem que chamar o feito à ordem para recuperar a moral desta equipe luisgomense, uma vez que desde que o 26 de Julho foi extinto, o Abacaxi assumiu o oficio de substituí-lo em âmbito regional.

O próximo jogo do abacaxi vai ser diante da equipe do Palmeiras em Luís Gomes. Com 1 ponto apenas, Son vai ter que fazer o seu time jogar muito para vencer o Palmeiras que vem de uma vitória de goleada diante da equipe do 4 de Outubro. Na realidade o Abacaxi só alcançará a sua classificação se ganhar de goleada os dois próximos jogos (diante do Palmeiras e diante do 4 de outubro). Porque o Motirão tem 7 pontos e 6 gols de saldo. Se vencer os dois jogos que ainda tem nesta fase o Abacaxi também vai para 7 pontos, mas ai terá que construir um saldo acima de 7 gols, e torcer para que o Motirão perca sem fazer gols para a equipe do São Vicente. O problema é que o Abacaxi está com um saldo de gols negativos enorme, fez um gol e tomou 6, o saldo portanto é de -5. Percebe-se ai que a situação é terrível para o time que representa a linda cidade de Luís Gomes.

Sobre a arbitragem eu diria que correspondeu a expectativa. Adjailton, auxiliado por Luciano e Renato teve total domínio da partida. Acho que não foi um jogo difícil de apitar e o trio foi excelente quanto à aplicabilidade das regras nas circunstâncias do jogo. Eu tenho tido a sorte de até agora não ter visto nenhuma arbitragem ruim neste campeonato e torço para que as arbitragens continuem colaborando para o sucesso e a credibilidade da competição.
da redação com blog da copa primo fernandes

Nenhum comentário :

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTARIO COM MODERAÇÃO.

DE 2004 a 2020 ESTE ÉO JOGO DE NUMERO 422 COM/ 210 VITORIAS / 66 EMPATES / 109 DERROTAS /833
GOLS MARCADOS / 573 GOLS SOFRIDOS / SALDO DE +260 GOLS / O artileiro e´Nen com 183 gools marcados